Sextalhaça – Fala aí, Palhaço!

Cris“Deus me dá demais e não seria justo guardar só pra mim.”

Hoje é dia dela, e lá vem ela, uma das palhaças mais espalhafatosas, que fala pelos cotovelos. Ela é aquela que sempre manda um e-mail em letras verdes e fundo vermelho perguntando por que a gente não aparece. Não é difícil de adivinhar quem é,  né???

É a Cristine e Dra. Chiquinha!!! Não há como não notar, ela é amiga de todos, conversa com cada um, é super antenada e é prenseça garantida em todos os encontros da ONG. Além de tudo, é a madrinha do meu casamento na Clowndrilha, foi ela que sugeriu o casal.

A Cris é uma figura ímpar e única, lá vai ela com seu batom Pink e suas chiquinhas na cabeça. Adora suas vovozinhas que visita no Asilo São Vicente de Paula, e é certo que o meu marido Dr. Tan Tan, tem muita sorte de tê-la em sua célula.

Há pouco tempo conhecemos o famoso marido de Dona Cristine. De tanto que falava nele, acabou virando uma lenda entre os palhaços.  Seu nome é Claudio, mas foi rebatizado de Clowndio por todos nós, ele também é o máximo!!!

Com a Cris não existe tempo ruim e o seu coração é gigante, sendo muito prestativa, querendo ajudar e quanto mais ele consegue fazer isso, melhor ela se sente. É incrível a energia desse ser humano, não há como ter tristezas perto dela.

Ela só podia ser artista, além de ser artista plástica, ela faz vários cursos para se manter antenada com o mundo. Adora fazer amigos, trabalhar  e tantas coisas que vão muito além do que possamos imaginar.

O que mais marcou no presente foi, logo de início, a oficina. Um evento que jamais sairá de seu coração, muito especial aquele abraço de recepção que Dr. Ferreiruxo lhe deu de boas vindas, por que realmente todos são muito bem vindos quando aqui chegam.

Foi através do querido Corroh que Cris chegou aqui, seu padrinho e anjo que  ela faz questão de ressaltar. Nem parece mas já fazem nove meses que temos nossa linda palhaça conosco e tenho certeza que por muito e muito tempo permanecerá.

Doutora Chiquinha adora levar carinho as vovozinhas além de visitar a Casa de David, um lugar também que ela gosta muito e conhece quase todas as crianças de lá. E se deixar ela vai, em todas as visitas, adora uma bagunça.cris 1

Seus fiéis escudeiros são Dr. Foca e Dr Tan Tan, uma dupla de dois que juntos parece um bando inteiro e junto com Dra. Chiquinha fazem a alegria daquelas vovozinhas.

A vontade que ela tem de dividir o que mais tem em excesso é o que impulsionou a participar desse nosso trabalho lindo. O alto astral sempre, falar positivamente e a alegria sem fim são suas marcas registradas.

Se ela tem um orgulho imenso de fazer parte disso, imagine nós por ela ser tão fiel a esse sonho. Se fazer parte dessa família a emociona, imagine para nós poder chamá-la de irmã, companheira. É radiante!!!

“MUITO MUITO MUITO OBRIGADA POR EXITIREM. Quanto mais amor e carinho doamos mais recebemos, é fato.” E que seja sempre assim, não é mesmo???

Juliana Praia

APRESENTAÇÃO EDITORIA – FALA AÍ, PALHAÇO!

“Quando se ama não é preciso entender o que se passa lá fora, por que tudo passa a acontecer dentro de nós”

tenho a honra de apresentar a editoria…

FALA AÍ, PALHAÇO!

 Falar não é algo fácil, imagina escrever, ainda mais se é para escrever sobre pessoas, dificultando ainda mais se é para escrever sobre palhaços, que soa a simplicidade do ser, para o palhaço não existe tristeza, não existe ridículo, não existe sofrimento, a alma do palhaço é a mais pura e a mais inocente das almas.

Trabalhar em um projeto como esse requer de um ser humano coragem, ousadia, superar suas próprias limitações, pensa que é fácil expor a cara ao ridículo? A insensatez de um palhaço que para ele aquilo é tão óbvio, tão simples, para um ser humano passa a ser uma das tarefas mais desafiadoras de sua vida.

Arrancar um sorriso e sorrir é tão fácil quando se tem amor no coração e vontade de ajudar aquele que tanto precisa, e é por isso que essa editoria eu dedico a todos vocês, palhaços, amigos de palhaços, família de palhaços ou simplesmente aquelas pessoas que passaram no caminho de um palhaço e fizeram-no ter a certeza de que estão caminhando para o lado certo.

São essas pessoas que fazem a nossa peteca continuar lá no alto, crescendo e crescendo, é por causa desse povo todo que não cansamos nunca, pois o melhor presente a gente ganha quando vê um olho brilhar, uma gargalhada sair e um abraço chegar.

E são a esses palhaços, que juntos fazem tudo isso evoluir que dedico esse espaço, à esses palhaços cheios de qualidades e bondade, cheios de sorriso e vontade, cheios de alegria e amor, que lutam pelo mesmo objetivo, ajudar o próximo de alguma maneira, na evolução da alma e tendo a certeza de que sua atitude pode mudar o mundo.

Falar sobre cada palhaço em suas peculiaridades não é fácil, mas vou tentar, pois aqui só ficará uma amostra de quem é cada nariz vermelho, para vocês que lêem essas matérias, vejam quão iluminado são essas pessoas e esse trabalho, a honra maior disso tudo é minha, pois além de participar dessa festa, sou eu que pego cada palavrinha e construo uma pequena estória, sou responsável por dizer a verdade e falar das qualidades de cada ser que aqui passar, é lindo e gratificante, pois a cada palavra e a cada personagem que escrevo, vejo que são pessoas abençoadas, agradeço por cada um que passa em nossas vidas e agradeço ainda mais por que eu sei que não para por aqui, muitos também ainda passarão…

Espero que se divirtam desejo muita Fé e um bucado de sorte…

 

“Na minha memória – já tão congestionada – e no meu coração – tão cheio de marcas e poços – ‘vocês ocupam’ um dos lugares mais bonitos.”

                                                                                                                                                                            Juliana Praia