Quartalhaça – Notícialhaça

FEIRA INTERNACIONAL DE ONGS BRASILEIRAS

O início de uma nova fase no Terceiro Setor, com mais sustentabilidade, profissionalismo e redes sociais consolidadas. Essa é a marca que fica da ONG Brasil, evento inédito no País realizado entre os dias 3 e 5 de dezembro, no Expo Center Norte, em São Paulo, que reuniu 300 expositores entre ONGs, institutos e fundações ligadas ao governo e à iniciativa privada, e recebeu 9.814 visitas. Organizado pela UBM Brazil, subsidiária brasileira da United Business Media, empresa líder global em mídias de negócios, e pela Secretaria de Participação e Parceria de São Paulo, o evento ofereceu, gratuitamente e sem fins lucrativos durante três dias, oito palestras, três debates, cinco mini-cursos, 17 mesas-redondas, duas apresentações de cases e intercâmbio com ONGs internacionais.

 Com cerca de meio milhão de reais investidos pela UBM Brazil, a proposta foi de promover a busca pela profissionalização e sustentabilidade das organizações não governamentais. Possibilitou, tudo gratuitamente para as entidades, o acesso a aprendizagem e esclarecimentos de temas que estão na agenda como o Fumcad (Fundo Municipal da Criança e do Adolescente), comunicação, captação de recursos e a legitimidade das ONGs. A ONG Brasil discutiu, ainda, os rumos do Terceiro Setor no País, estimulou o networking entre as organizações participantes e ofereceu a empresas a oportunidade de aprofundar os conceitos de responsabilidade social em suas corporações.

Os dois primeiros dias da feira foram dedicados ao encontro, cursos e debates entre os setores não governamental, governamental e privado, enquanto que no terceiro e último dia, foi aberto ao grande público, que pode conhecer os trabalhos feitos pelas ONGs participantes e assistir a apresentações artísticas.

O que mais me impressionou na feira, foram a quantidade de pessoas movidas pelo o amor ao próximo e a preocupação. Uma das ONGs que mais me chamaram a atenção foi uma que compõe músicas para crianças que estão em estado grave de saúde e sendo assim fazem música com as coisas que a criança mais gosta, seus personagens favoritos, suas brincadeiras, suas comidas, realmente um trabalho bastante cuidadoso e de grande amor ao próximo, achei a idéia impressionante.

É muito bom ir a um lugar como este e conferir que algo esta sendo feito, por nossas crianças, nossos adultos e pelo nosso planeta  e que cada vez mais esse setor vem criando espaço para mostrar e captar recursos para darem continuidade ao seus trabalhos.

Este foi apenas o primeiro ano da feira e devido ao sucesso a partir do ano que vem será realizada anualmente, sendo assim tendo a oportunidade   de mostrar o que vem sendo feito e o que já fizeram. Esperamos ano que vem poder ver o Presente de Alegria lá podendo expandir nosso trabalho com o mundo.

 

Juliana Praia

Anúncios