Notícialhaça

1º PALESTRA DO ANO ACONTECE NA UNIVERSIDADE IBIRAPUERA

No dia 29 de março, o sorriso esteve presente nos rostos dos convidados a maior parte do tempo. Quem acompanhou a palestra quase não conseguiu ficar sério. Acontece que Ricardo Cabral e Corroh Gomes revezaram suas explanações com os doutores Cabralito e Macaxeira (personagens que utilizam nos atendimentos) durante toda a apresentação.

 
Ricardo Cabral e Corroh Gomes são humanos. Os doutores Cabralito e Macaxeira, como eles mesmo explicaram são os “clowns”, ou seja, os palhaços que divertem e oferecem tratamentos humanitários a enfermos, crianças, idosos, excepcionais e portadores de câncer.

Com o tema “Humanização na Saúde”, os profissionais mostraram aos alunos a importância em levar alegria a quem mais necessita e a se manter alegre.

Algumas das atividades realizadas nas oficinas foram feitas com os presentes. Para a equipe, existe uma ligação entre humor, bem-estar e saúde. Pautada também pela humanização no atendimento, a Universidade Ibirapuera, apoia esse trabalho, pois está sempre preocupada em oferecer conhecimento de qualidade a seus futuros profissionais.

Não apenas a ajuda em hospitais, Cabralito e Macaxeira, Ricardo e Corroh, falaram sobre a importância em transformar nosso ambiente de trabalho e oferecer a todos alegria e amor “O que vale é o que fazemos aqui e não o que temos. Nunca vi cortejo seguido de caminhão de mudança”, contou o Dr. Cabralito.

Uma das integrantes da ONG, Camila Ceglia, ou melhor, Drª Maluk, é aluna do curso de Psicologia da Universidade Ibirapuera e tem ajudado a transformar o nosso ambiente com mais amor e descontração.

A equipe da ONG possui 330 profissionais. Todos são voluntários. E a alegria vai tomar maiores proporções, já que, segundo Gomes, há uma fila de espera de 350 pessoas que desejam participar.Os tratamentos utilizam as técnicas desenvolvidas pelo Doutor Hunter Patch Adams.

Ao final, dr. Cabralito falou o que acontece quando estamos alegres. “O corpo libera endorfina, cem vezes mais que o valor analgésico da morfina”.  Assim, depois de medicados, todos os presentes puderam voltar às suas atividades com muito mais conhecimento e bom humor.

Camila Soares (matéria publicada no site da Universidade Ibirapuera)

 

 

1 comentário (+adicionar seu?)

  1. Dra. MaLuK
    mar 31, 2010 @ 23:00:44

    Foi de verdade muito legal… Não teve um que cruzou comigo depois e disse que não gostou… Ouvi mta gente dizer… “Nossa, foi a melhor palestra que eu já vi na minha vida…” Legal ne??
    Beijoos

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: