Fala aí, palhaço!!!

“Eu posso falar 10 vezes “Eu te Amo” pra 10 pessoas diferentes e ser verdadeira, pois eu conheci um amor que não é de carne ou de sangue, conheci o amor do espírito e esse não tem preconceito.”

Chega sempre sorrindo, uma voz delicada e meiga, olhinhos azuis que reflete toda pureza da alma misturando com o azul de um mar bem limpinho, fala baixinho e é sempre amável com qualquer um que cruzar seu caminho.

Isso é o que você vê por fora, pois o que tem por dentro surpreende, Idealista, batalhadora, guerreira, filha, tia, madrinha, mulher, palhaça, criança, sentimental e chorona…é tudo misturado em um só ser…!

Gosta de brinquedos e de pelúcias, e de libélulas, (Claro!) passaria horas em frente ao mar ou com os pés no gramado verde, gosta mesmo de se sentir viva, podendo desfrutar de todas as sensações que a vida lhe dá, gosta de um mundo cheio de cores e sabe abrir os braços para o que vier. Ah! se tiver perto dela abrace ela também, adooooooora um abraço seja quem for.

Michele Zapater, é ela…nossa querida Dra. Libélula. Nada é por acaso, chegou aqui pela mão de Deus e um ajudinha da internet…mundo moderno tem dessas coisas!

A Mi trabalha com Representação bancária, mas gosta muito mais de ler livros, de músicas e quem conhece sabe, como ama tirar fotos… e faz questão de dizer “não só pra registrar, mas sim pra reviver” bonito não? Como ela mesma diz, “viver nessa sintonia sempre”, irei guardar essa frase!!!

A cura através da caridade foi o que mais motivou a Mi entrar na Ong, é triste, mas às vezes só nos damos conta da vida quando ela bate na nossa consciência e pede um lugar. O melhor que ela descobriu nisso tudo que talvez a falta de um palhaço em um momento triste de sua vida, fez despertar a palhaça que existe nela, é um apoio mutuo, palhaço ajudando humano e humano ajudando palhaço.

Pra quem conhece a Michele seu estado normal, uma de suas maiores qualidades é saber chorar, chora por tudo…e digo que é uma qualidade, pois chorar não é todo mundo que sabe, que sente, que lubrifica o olhar, limpando da escuridão de alguns caminhos. O que Vale mesmo é chorar não importa se é de alegria ou de tristeza, mas sim viver a emoção na sua totalidade. (Certeza que ela vai chorar quando ler esse texto. Rs!)

Agora conheça a Dra. Libélula para você ver como é atrapalhadinha gente, perde sempre a piada, não entende, é meio loirinha né!!! É de se espantar quando ela revela que a Libélula é a pessoa que ela mais ama no mundo, por que para mim não é pessoa…é palhaça!!! E das boas hein! Chego até me confundir de quem gosto mais…

Se quiser ela pode até dançar, não tem problema e nem erro…libélula geral, libélula geral, então libélula…rs! Desculpem o trocadilho, não ficou bom, mas não podia perder.

A oficina básica foi o que mais marcou até hoje no Presente, foi tipo Moisés para ela…o divisor de águas, só que em uma versão palhacistica, que fez comq eu ela deixa-se de ser cinza e passa-se a ser multicolorida.

Muita sábia na escolha de seu nome como palhaça…Libélula significa Liberta, Solta. Além disso, a Libelula além de elegante (e metida…rsrsrs) ela sobrevoa apenas lugares limpos e transparentes… Ual!!!!

A família presente de alegria faz parte dela e ela da gente, é aprendizado, é troca, é momento, é foto, é sorriso, é  lagrima, é amigo, é felicidade, é pelúcia, é acima de tudo Libélula!!!

Juliana Praia

Homenagem à equipe maravilhosa!!!!

À essas pessoas que fazem o Presente ser um Presente…

Que estão unidas sempre…

Que desejam salvar o mundo…

Que coordenam as palhaçadas…. 

Para essa equipe tão unida….

Fala aí, Palhaço!!!

Com certeza o brilho nos olhos das crianças quando vêem os palhaços é o mais marcante para mim…

Chi-cle-teeeeeeeeeeeeeeee Oba! Oba!!!!!

Não tem como não se empolgar na presença dela, espivitada e toda amorosa é essa pessoa Adriana Perazzelli, e sua palhaça tem nome de música, tem nome de banda e tem nome de palhaça, Dra. Chiclete e daqueles bem rosinha que dá vontade de morde muito.

Ela se define de uma forma bem básica, Mãe da Isabella, Esposa do Paulo, Madrasta Engraçada, Filha Barulhenta, Amiga Grudenta e sonha com um mundo cheio de Caridade e Amor, queremos mais o que? Ela perto de nós, super guerreira, ser tudo isso e ainda conseguir dividir e multiplicar o amor que sente. Mãe é mãe né!!!

Quem a conhece sabe da pessoa responsável que é ser a dona de casa, ela ama viajar, cinema, amigos e as palhaçadas até sem nariz faz os outros rirem, a terapia do riso frouxo é com ela mesma.

“Eu me identifiquei imediatamente quando entrei no site e vi como um palhaço pode tocar a fundo a alma de alguém, ele é desprovido de senso, de bloqueios e ele é puro e ingênuo ele se aproxima da alma das crianças que vê a vida com encantamento e diversão. Através do lúdico ele transforma dor em riso, resistência em toque, tristeza em felicidade, ele é o mago do Amor. Contei os dias para ver a Dra Chiclete nascer…”

E nasceu de uma forma brilhante, que jamais a percamos de vista, pois o trabalho voluntário era um de seus objetivos, trabalhar com crianças, ou pessoas com deficiência, ai, papai do céu bom do jeito que é, deu um empurrãozinho e fez ela chegar até nós!

Aqui chegou e não sai mais, diz que desde que se inscreveu e participou da 11º oficina, o coração dela já era da gente, ai a chiclete surgiu de um estouro, gosta de algo doce a sonoridade de Chicleteeeeeeeee Plock! Combina muito com ele, uma coisa bem rosa chiclete mesmo, adora bagunça, barulho, com uma pequena em casa não podia ser diferente!

A Dra. Chiclete faz parte da célula Hilariantes que visita o CACCC, ama suas crianças e não perde suas visitas por nada, é muito amiga dos palhaços de sua célula e já não vive mais sem isso aqui!!!!

“…Não posso deixar de falar, que sempre que tenho oportunidade ao final da visitar procuro falar com alguma mãe, para algum alento, palavra, pois eu como mãe saio das visitas agradecida à Deus por tudo que tenho.”

Está ai uma das coisas mais bela, agradecer sempre, por tudo que  nos  é dado, um belo exemplo de gratidão e aposto que essas mães também agradecem pela palavra de consolo.

E vou terminar deixando para ela mesma dizer suas palavras finais, leiam e absorvam e tirem sempre lições dessas pessoas que tem a nos ensinar.

“ Quero falar para as pessoas que não são palhaças (ainda, hehehe). Eu estava fazendo um tratamento de depressão quando entrei para a ONG, apesar de todas as buscas e fé que tenho, minha vida estava sem brilho, sem cor, e falo que a doação é a troca mais justa que existe, Sábio Jesus que nos ensinou… Amar o próximo como a si mesmo.  Não tem como alguém ser realmente feliz sem pensar no seu semelhante, somos todos partes da mesma história, da mesma família, do mesmo planeta e por isso se Doar, cura a Alma, cura o Coração e cura o Mundo. Cada semente de amor plantada, faz todo o Universo vibrar em outra freqüência e o verdadeiro Milagre se faz, muda nossas próprias vidas. Hoje minha vida é ROSA CHICLETE, voltei a sorrir, ver cor e graça em tudo e a missão da Dra Chiclete além de ser uma paiaça barulhenta é curar aqueles que não sabem por onde começar, que não sabem mais rir

Ah…tenho uma futura palhacinha em casa, com 03 anos, que diz que o sonho dela quando crescer “é pegar o nenê no colo e fazer graça vestida de palhacinha e disse que será a Dra Pipoquinha” Aguardem!”

Juliana Praia

Fala aí, Palhaço!!!

“Quando se olha dentro dos olhos enxergamos muito mais do que está por fora e assim fica difícil não querer dar carinho e a atenção que aquela pessoinha te pede com tanta força no olhar…”

 

 Algumas pessoas entram na ONG para se divertirem, outras para doar, algumas para receber, mas Denise Hamano veio para encontrar algumas respostas, e o bom nisso é que ela encontrou. Se questionar sobre a vida é algo que fazemos diariamente e com essa baixinha sapeca não ia ser diferente.

Sua doutora é alegre e saltitante como o seu nome de palhaça, Dra. Pipoca sempre nos remete a algo gostoso, tem haver com crianças e não para de pular.

Nossa querida Denise pode parecer pequena por fora, mas é gigante por dentro echegou aqui através do Dr. Piriri, visitou como madrinha o asilo Bezerra de Menezes com nosso coordenador Omar e foi estabelecendo contato na nave Presente de Alegria, fez a 10º oficina e assim visita hoje a casa de Apoio a Criança com Câncer   o CACCC.

Sensível e delicada é como posso resumir essa palhacinha e não como ela diz, quietinha e tímida, cada vez mais vem desenvolvendo suas habilidades palhacisticas e adquirindo mais amor não apenas com suas crianças, mas na Casa de David também, onde faz questão de ir sempre que pode, pois confessa que lá tema prendido bastante a praticar o amor, a doação de carinho e o recebimento em dobro de todos esses sentimentos misturados.

Há muita coisa que marca a Dra. Pipoca dentro do Presente, mas uma coisa fundamental foi… “A minha primeira visita à Casa de David. Aprendemos na Oficina a importância de olhar nos olhos das pessoas de olhar o ser humano que existe em cada um.”

A De acredita tanto nessa ONG quanto a gente e por sua garra e determinação sua visão idealista que todos nós temos um pouco, hoje ela é coordenadora de parcerias. Capta pessoas empresas que queiram colaborar conosco.

Mas, além disso tudo Denise tem sua vida social, gostar de sair, ir ao cinema, canta, dançar, viajar principalmente conhecer novos lugares e culturas, o enriquecimento intelectual é muito importante também.

Mas ela não é tão normal assim, se você conviver um pouco com ela, vai achar muito estranha suas manias, consegue lamber cotovelo, faz uns truque com o nariz, quem olha não acha que ela seja tão centrada assim, mas o importante é que amamos ela.

Termino deixando que Denise fale um pouco sobre aquilo que sente e que é muito bonito de ser lido e apreciado.

“Agora mais do que nunca posso dizer com toda a minha certeza de que a Felicidade vem de dentro de mim, e não de coisas materiais e externas.

Lá vai um poema que ouvi uma senhorinha recitar esses dias e que representa muito o que estou vivendo e sentindo ultimamente…e o que melhor descreve a mudança que o Presente de Alegria fez na minha vida:”

 

   Saber Viver

 

   “Não sei… Se a vida é curta

     Ou longa demais pra nós,

    Mas sei que nada do que vivemos

    Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.

 

    Muitas vezes basta ser:

    Colo que acolhe,

    Braço que envolve,

    Palavra que conforta,

    Silêncio que respeita,

    Alegria que contagia,

    Lágrima que corre,

    Olhar que acaricia,

    Desejo que sacia,

    Amor que promove.

 

    E isso não é coisa de outro mundo,

    É o que dá sentido à vida.

    É o que faz com que ela

    Não seja nem curta,

    Nem longa demais,

    Mas que seja intensa,

    Verdadeira, pura… Enquanto durar”

 

    Cora Coralina

 

Juliana Praia

Sextalhaça – Fala aí, Palhaço!

“Quero agradecer a oportunidade de deixar um pouquinho de mim, da minha história e da minha Dra. Aqui…”

Quem não conhece a palhacinha mais famosa do Brasil? A mais famosa por que, todo mundo dessa  ONG já falou com ela pelo menos alguma vez, e  já recebeu alguma beijoquinha estalada. Dra. Maricota é a secretalhaça mais eficiente que já vi, cuida como ninguém dos cadastros, das entradas e distribuições dos voluntários dessa ONG, melhor que essa para fazer isso, só duas dessa!

De tanto que ela encheu o saco (com todo amor e carinho) para ser secretalhaça, fez que fez e faz por onde, não há como não querer  bem  essa pessoa e essa palhaça.

Toda quietinha, só podia ser mineirinha, mas ultimamente Mariane anda só nas baladas, se divertindo, ela ama cantar, e canta  como ninguém apesar da vergonha, né Mari? É uma menina daquelas tocadoras de piano como diz Nelson Rodrigues .

Achava que não servia para palhaçadas, me poupe né Dra. Maricota, o que seria dessa ONG, sem beijoquinhas estaladas e sem seu carinho. Além disso, ela podia entrar para o livro dos recordes, a Maricota consegue ter mais de 1000 presilhas na cabeça e coloca todas com uma rapidez incrível. Jamais tente disputar com ela.

E só de pensar que essa menina demorou em entrar na ONG, e só foi depois de várias insistência do nosso querido Cabral. Aí o dia dela chegou, foi fazer oficina com a cara e a coragem, e já conhecia algumas palhacinhas, como Dra. Serelepe, Dra. Sol e levou Tati sua amiga que hoje é Dra. Brilhantina.

Já ta nessa trupe há dois anos, e ama o que faz, nem dá para perceber isso, pois é muito aplicada e cuidadosa com tudo.

Seu nome de palhaça veio da mãe de uma amiga que à chamava de Maricotinha e assim ficou Dra. Maricota.

Outra característica que difere a Mari, da Maricota são os choros, Mari não pode ver um passando nariz que chora mais que um vazamento na caixa d’água e chora e chora e não consegue falar, ai todo mundo chora junto com ela e é um chororô só!!!

Mas, a Mari é uma dessas jóias raras, que deve ficar guardada dentro de nossos corações, e assim jamais de lá sair, é muito bom chegar nessa ONG e ter o acolhimento que nós temos e o primeiro contato mega animado de Dra. Maricota, mais feliz por terem mais e mais pessoas acreditando no sonho dela, no nosso sonho e no sonho de quem estar por vir, não é Maricotinha????

Juliana Praia

Poemalhaço da Dra. Chiclete

Olha que lindo o poema da nossa querida Dra. Chiclete

Ser uma Presentalhaça para mim…
 
…É passear além do arco-íris
É sonhar junto um sonho de esperança
É colorir a vida em preto e branco
É ver a vida com olhos de criança
 
É inundar corações com Amor,
É Amar incondicionalmente alguém que acaba de conhecer
É ver brotar um sorriso nos lábios
É contagiar com alegria de viver

 
É fazer rir quando lágrimas querem rolar
É ouvir histórias de aquecer o coração
É fazer voar quem mal pode andar
É embalar uma linda canção
 
É curar as dores da Alma
É aliviar as dores do corpo
É  praticar a terapia do riso
É acreditar que ser palhaço é ser o melhor Amigo

 
É fluturar como bolhas de sabão
É agradecer por tudo na vida
É encantar com escultura de balão
É fechar uma ferida

 
É estar Presente em cada canto onde haja dor e tristeza, com Amor e Alegria no Coração e na Alma do próximo…

DRA. CHICLETE
 

Adriana Perazzelli Rösler

 

Amamos o poema…e adoramos ainda mais ter você conosco!!!!

Textalhaço

Segue o texto da nossa querida mais nova palhacinha Camilla, expressando tudo que aconteceu naquele fim de semana ao seu ver!!!

 
“As coisas são realmente inexplicáveis…
Ontem indo embora de um dia tão perfeito, comecei a pensar sobre tudo que tinha passado e fiz um resumo do meu dia…ou da minha vida???
Porque as vezes passamos por longos momentos na nossa vida que não valem um dia, mas existem também pequenos momentos que valem uma vida inteira…
Então ontem, viajando dentro de mim, subi numa nave bem alto e descobri que o mundo não é redondo como todos dizem…Ele é quadrado, e que é uma enorme caixa de surpresa…
Porque acordar todos os dias, sem ao menos imaginar o que ele nos promete é a parte mais perfeita da vida…
Esses dois dias senti medo, vergonha, curiosidade, aflição, desespero, alegria, surpresa, tristeza (pelos dias terem passado tão depressa), e o melhor de todos, o AMOR… pelo dia maravilhoso, pelas pessoas que conheci e quer levar comigo pra sempre, os segundos em silêncio pelos olhos, os inúmeros abraços, os sorrisos sinceros, EU, VOCÊS, ANJOS….
Cada pessoa que conheci aqui, marcou meu coração de tal maneira, que eu levarei comigo pra vida toda…
Cada pessoa que está aqui hoje, vai seguir um caminho, uma nova estrada, mas com o objetivo em comum de contagiar o AMOR pelo mundo…
Quero agradecer a todos que me deram tanta atenção, dos que receberam tanto email meu, por falar demais, por querer resumir minha vida pra algumas pessoas as vezes em 5 minutos, por poder conhecer a história de cada um de vocês, pelas lágrimas, risadas, olhares, abraços, carinho, sentimento, pelas almas maravilhosas, e por serem na minha vida, um presente dessa caixona gigante que é o mundo…
E vendo o mundo aqui de cima, com a minha nave, tenho mais certeza ainda que o céu tem dois lados…
E que se ontem eu acreditava em anjos do céu de cima que eu não via, hoje tive certeza que todos eles invisíveis aos meus olhos, se tornaram visíveis ao meu coração e são vocês…ANJOS DE ASAS TRANSPARENTES…
Mas agora deixa eu descer da minha nave, voltar aqui pra Terra…afinal já escolhi o meu céu, com os meus anjos, pois é nele que eu quero viver…Pois sei que tenho uma bela missão aqui embaixo com todos vocês… e ela começa agora…”

Dra. MaluK

Sextalhaça – Fala aí, Palhaço

“ Hoje percebo um pouco além do que os sintomas do corpo… também estou me tornando capaz de reconhecer os sintomas da alma.” 

Confesso que quando a vi pela primeira vez não sabia que em uma pessoa tão pequenina cabia tanta coisa boa, acho que foi por isso que Cristiane Silva resolveu adotar Dra. Bailarina como sua palhacinha, só para viver na pontinha do pé.

         Quando sua caixinha de música toca, (que é um elefante azul!) abre um sorriso, sobe na pontinha do dedo e com toda suavidade de uma bailarina começa a saltitar e a encantar.

Sua saia rodada e suas bochechonas rosa fazem qualquer um admirar a pequena Dra. Bailarina.

         Cristiane estuda e rala muito, sou prova disso, mas também será uma das médicas mais humanizadas que já pude acompanhar nessa carreira, faz uma correria danada, mora em São Paulo e na Praia ao mesmo tempo, aonde estuda e nem vê a cor do mar.

         Bastante dorminhoca, adora ler, dançar (dá pra perceber!), conheceu o Presente pela sua faculdade e resolveu pular para dentro, não dispensou a oportunidade.

Quando fez a oficina não veio sozinha, trouxe logo de cara outro presente, seu papis que é Dr. Ferreiruxo, tão simpático quanto sua filha querida.

         Há mais ou menos um ano e meio visita o Hospital Aviccena, e garante que tem muita história pra contar, até mesmo um dia que Dra. Jujuba e Dra. Bailarina se encontram sozinhas no hospital para fazerem uma visita e como não tinham muita experiência, voltaram para casa aos prantos.

         Adora recordar do bebê que ficou fascinado pelo seu laço e ela se encantou pelo bebê, o amor foi mutuo que os dois ficaram com vontade de se agarrar, o laço e o bebê. Não! A Dra. Bailarina e o bebê.

         Sua meiguice e se jeito de criança encanta e faz os olhos de pacientes brilharem de emoção, sua vontade é tão grande que chega a transbordar, cuidado com ela, ela pode te chamar pra dançar!!!

         Ela faz questão de deixar registrado em alto e bom som que: “Depois do ONG na minha vida me tornei uma pessoa mais alegre e sensível quanto às pessoas a minha volta e ao que elas estão querendo naquele momento… não sei se sensível é a palavra correta!” Mas garanto minha querida dançante que mais correto do que a palavra é a sua atitude de amor.

Juliana Praia

sextalhaça – fala aí, palhaço!!!

“Acho mágico e simples levar a diante o bem, a alegria…”

 Hoje falarei da pessoa que pretende tornar-se cada dia melhor consigo mesma e com os outros. Palavras dela Valéria Jorge, Dra. Risoflora, uma mistura de riso com flor, pois é o que ela é, sorridente a todos que ela encontra e parece uma flor de tão graciosa, com seu jeito meigo e feliz de ser.

Ela estuda fisioterapia, trabalha, mora na zona norte e gosta de fazer um monte de coisa, é tanta coisa que não consegue enumerá-las para nos dizer, garanto que se convidar ela pra fazer algo jamais irá negar, já que gosta de tanta coisa, não é mesmo???

Quem conhece logo a primeira vista não sabe o quão gigante seu coração e quão grande é seu carinho, mas depois de uma conversa, consegue identificar de cara sua simpatia e carisma.

Quem a conhece não esquece de algum jeito ou de outro ela vai marcar sua vida. E se o assunto é folia, ela está aonde chamá-la, não é a toa que ela agora faz parte da organização de festas do Presente, para organizar e bagunçar pode chamar.

Ela tem uma super força de vontade e seu astral é algo que está sempre pra cima. Já tive oportunidade de compartilhar grandes momentos, com Dra. Risoflora assim com a Valéria, que é parceira para todas as horas.

E falando agora da parte mais séria, porém não menos engraçada Dra. Risoflora, a palhaçinha de riso fácil visita a pediatria do hospital do Servidor Publico junto com seus companheiros e amigos, faz parte da trupe a um ano e a primeira palhacinha que conheceu foi Dra. Cura, uma pessoa maravilhosa.

Não há algo específico que mais marcou até hoje para ela, no geral o magnetismo a emoção que é transmitida entre paciente e palhaço é algo que a encanta, sai realmente renovada de suas visitas, achando-se uma pessoa bem melhor por tudo o que aprendeu e ensinou, é uma troca de sentimento, há uma reciprocidade gigante entre palhaço e ser humano.

Olha que bonito quando ela me explica o porquê de seu nome, Risoflora é uma música de Chico Science/ Nação Zumbi, conhece? (muito bom por sinal!) e o fato dela gostar e se identificar com o que ele escrevia fez com que ela escolhesse esse nome, que é uma graça e combinou com toda sua formosura!!! Muito interessante…

É muito interessante seus gostos também gosta de muita coisa boa, quando se trata de música, shows e derivados, é uma pessoa muito eclética se adápta fácil a qualquer ambiente, ela realmente dança conforme a múscia.

e voltando ao Presente, ela já tinha participado de algumas ações voluntárias, mas sua vontade falou bem mais alto quando descobriu que o Presente é puro amor ao próximo, isso fez com que entrasse de cabeça e mergulhasse nesse mundo nosso tão maravilindo (que nem diz Jenny!)

Ela termina por me dizer que “life is wonderful”…dispensa qualquer tradução…todos com certeza já deve ter dito isso em algum momento da vida, ou em vários deles…

Achei essas palavras tão lindas que resolvi transcrevê-las do jeitinho que a mim chegaram: “Não é a toa que grupos se formam em pró de um bem comum. Distribuir alegrias, sorrisos, fazer o bem… Tenho certeza de que somos seres humanos diferentes, e nos tornaremos melhores a cada dia. O Presente de Alegria é Sensacional (Adoro está palavra, adoro seu significado e cabe muito bem para o presente).

 

Juliana Praia

Sextalhaça – Fala aí, palhaço!

foca1Por que você escolheu visitar asilo? Dr. Foca – Por que quero enxergar o futuro

 Bom, eu sei que não posso falar muito do Peteron, pois é uma pessoa bastante reservada, mas isso não impede que eu tire algumas conclusões de seu ser, que ele tem um bom coração não há como duvidar.

Seu palhaço ganhou em 2008 o melhor palhaço do Presente, e todo mundo que conhece Dr. Foca, não vai negar que ele nos tira bastantes risadas e é de todo merecimento esse título. Sua mistura de ironia e sarcasmo, faz dele um ser único e impar.

Pelo pouco que convivo com Peterson e Dr. Foca, cada vez uma surpresa e com certeza é marcante te-lo perto, bastante detalhista não deixa passar nada que lhe chame atenção.

Muito interessante quando lhe pergunto como é Dr. Foca para seu criador, ele diz que é o oposto dele, eu diria diferente, que um é o complemento do outro, nossos palhaços são uma parte de nós, que descobrimos aos poucos e vai completando um vazio que nem sabíamos que existia, o Dr. Foca, vejo ele assim, cada vez mais completando o Peterson, um ajudando o outro, isso que é legal!

Se conviver com Peterson e se ele deixar, descobrirá um grande homem, inteligente, com gosto peculiar, descobrirá que ele é um grande tocador, toca violão, guitarra, bateria, um multinstrumentista, como ele diz…(chique né!) gosta muito do mundo da música, mas gosta muito mais do seu “filho” o Buddy, um Bulldog que é a cara do dono, e pode apostar é a cara mesmo!!!!

Às vezes nos esquecemos que Foca é Peterson, pois  de tanto chamá-lo de Foca, fazemos uma mistura, porém não há como confundir, a personalidade dos dois são bastante distintas, o Peterson é mais sério e o Dr. Foca, já não leva nada a sério!!! Mas a pergunta que ainda não quer calar é por que Dr. Foca? Ele (Peterson) me disse para perguntar ao Dr. Foca, ainda não tive a oportunidade de cruzar seu caminho, mas logo, logo descubro!foca

Dr. Foca você irá encontrá-lo na célula Catiriapo, do Dr. TAn tan, que é muito seu amigo.

Trabalhador, Peterson está sempre estudando para trabalhar, mentira isso, ele só trabalha, mas a frase dita por ele é bonita. Ele é diretor de arte, arte de fazer besteira, com certeza deve fazer muita arte, desde pequeno!!! Tanta arte, que os convites do Presente de Alegria confeccionados por ele é um arraso, dentro desse carrancudinho, há uma mente brilhante que cria coisas maravilhosas, pode apostar.

É impressionante como Peterson conquista as pessoas, mesmo sem fazer nada para isso, pela sua conversa e suas ironias, ele é super verdadeiro e autentico, qualidades difíceis de encontrar hoje em dia, ele não faz questão nenhuma de agradar, mas ele agrada!

Se cruzar com ele, ele não for de muito papo não desanime, ele é assim mesmo, o problema não é você, e sim ele…rsrsrs!!!

É muito interessante ver o ponto de vista dele sobre as coisas e o mundo, é outro ângulo, além do que, se tiver a oportunidade peça a ele indicações de vídeos engraçados no youtube, ele te passará vídeos que não acabam mais.

Se tiver oportunidade, peça a ele indicações de músicas, livros, filme também, o gosto é muito apurado!

Ele diz ser o mais lindo de todos, ma sisso eu deixo para cada uma tirar suas próprias comclusões.

Vale ressaltar que é timão na cabeça sempre e isso não tem como mudar.

Seus primeiros contatos na ong, foi a carona do Corroh, já visitou quase todos os lugares, sempre esta nas baladas com o povo da ong divertindo e dando risada.

O que mais marcou pra ele até hoje no presente de Alegria foi a maquiagem vermelha, diz que não sai nem a pau, mas garanto que dentro de seu ser guarda grandes momentos como Dr. Foca, que de tão especial esses momentos ele não divide com ninguém.

Tem bastante tempo de ong, não sabe precisar o quanto, mas desde que chegou, não parou mais, pelo o que conheço do Peterson (muito estranho chamar ele assim!) sei que ele gosta muito de tudo isso e de todos nós, o Presente é um presente na vida dele e ele é um presente para todos nós, um presente de grego, mas não deixa de ser presente!!! Rs!!!!

Ah, uma dica para um bom convívio com Peterson, nunca diga pra ele “que ama muito tudo isso!” srsr! Ou se disser agüente suas piadinhas irônicas!!!

 Juliana Praia

Entradas Mais Antigas Anteriores

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.